Camis

Browsing Tag:

Moda

Literatura

Moda com Propósito

O livro Moda com Propósito, do André Carvalhal, é um daqueles que a gente demora pra terminar de ler. Não que a leitura seja pesada ou difícil, mas porque é tanto aprendizado em cada página – MAS TANTO MESMO – que eu não queria que acabasse. Fui lendo aos poucos, duas páginas aqui e três ali, e tentando absorver toda a informação que estava bem ali na minha frente. Posso dizer que esse foi um dos livros que me transformou, foi como se um novo mundo se abrisse diante de mim e tudo passasse a fazer sentido.

Moda com Propósito não fala sobre moda e tendências do que estamos acostumados. Não é sobre a próxima trend que as pessoas vão desejar, não é sobre uma peça que você vai “precisar ter” no próximo inverno. Definitivamente não. É sobre o oposto. O André traz todo um contexto sobre um novo momento da moda que já estamos começando a viver e sobre o fim da moda que a gente conhece. Os recursos pra produzir roupa da forma alucinada que a gente vê estão se esgotando e as pessoas já estão começando a se cansar (ainda bem) de um novo “tem-que-ter” a cada semana. Qual o sentido disso? Até quando a gente pode continuar comprando roupa por impulso e descartando sem dó? Qual valor isso traz pras nossas vidas? São questões né mores, questões que inquietaram meu coraçãozinho de um jeito que eu jamais imaginei.

Como resposta a esse novo cenário surgem marcas e empresas dispostas a fazer moda de um jeito diferente. Com causas genuínas e não só jogadinhas de marketing (que o consumidor já sabe de longe diferenciar, né não?). Marcas preocupadas em produzir de forma justa, tendo uma relação saudável com seus colaboradores. Interessadas em usar matéria prima que não agride o meio ambiente, em tingir tecido sem poluir, em usar parte do lucro pra apoiar quem precisa e por aí vai. E o consumidor também tá mudando, ele não tá mais interessado só no produto final que a marca tem pra oferecer mas ele quer se identificar de verdade com o propósito dela – yey!

Esse livro me trouxe mais do que uma nova visão, mas me trouxe esperança, sabe? Que tem jeito sim, que as pessoas estão começando a desacelerar, a buscar qualidade de vida, querem colaborar umas com as outras, querem transformar. Essa leitura me fez ter vontade de buscar mais propósito em tudo aquilo que me disponho a fazer, no que escrevo aqui nesse blog, na minha carreira, em tudo. E o melhor de tudo é que se a gente presta atenção começa a ver essa mudança acontecer aqui, pertinho da gente. É a marca de slow fashion que produz em pequena escala e de forma justa, peças feitas pra durar. É a amiga que abriu uma empresa de comunicação em que cada cliente pode indicar uma instituição pra receber o mesmo trabalho de qualidade e de graça. É a colega que contou que onde ela mora estão fazendo uma horta colaborativa onde todo mundo ajuda e se beneficia de alimentos orgânicos e ainda compostam o lixo pra virar adubo. Tá acontecendo mesmo. Isso dá um calorzinho no coração e ainda mais vontade de fazer parte da mudança.

Mesmo que você não trabalhe com moda, o aprendizado desse livro é pra vida. E nessa mesma vibe, já aproveito pra indicar um documentário excelente que também fala sobre construir o mundo que a gente quer. Se chama Demain e tem no Netflix, saiu uma resenha sobre ele aqui no UASL.

O André Carvalhal também escreveu A Moda Imita a Vida que eu pretendo ler logo logo. Se você já leu, me conta o que achou 🙂

Cotidiano

Lovely News

Primeiramente, boa noite. <3 Que saudade que eu estava de escrever aqui! Estive um pouquinho ausente do blog nos últimos dias e o motivo é que ando um pouco sobrecarregada com trabalhos da faculdade e freelas, mas agora que estou de férias do meu trabalho “oficial”, por assim dizer, vou ter um pouquinho mais de tempo para colocar tudo em ordem.

Tenho algumas novidades para contar pra vocês e muita coisa legal para compartilhar deste tempinho que estive mais distante, então resolvi chamar esse post de Lovely News, ele pode se tornar algo regular se vocês curtirem. É um bom formato pra compartilhar acontecimentos recentes que talvez não renderiam um post único só sobre eles. Enfim, vamos as novidades:

1. Esta eu já estou devendo há um tempão! Vou participar do 3º Margot Street, criando um cantinho sustentável para o pessoal descansar e recarregar as energias durante o evento. É o primeiro evento que participo com o blog e estou super animada, preparando muitas coisas legais. O Margot Street é um super evento cultural, promovido pela Margot Magazine, que vai rolar aqui em Novo Hamburgo no dia 05 de novembro. Vai ter música, moda, beleza, decoração, artesanato, saúde, gastronomia e muito mais. Você pode ver tudinho que vai rolar no evento aqui.

2. Um casal de amigos super queridos me procurou dia desses pra criar a identidade visual de um projeto deles. A criadora, a Marla, é formada em moda e está lançando uma marca de roupas baseada no conceito de Slow Fashion, a Libe Store. A proposta é de roupas atemporais, simples e duráveis, indo totalmente de encontro com o consumo consciente que eu tanto tenho falado ultimamente. Vale muito a pena seguir a marca aqui e ficar de olho no que vem por aí, com certeza tem tudo pra se tornar a marca que estava faltando na vida das meninas que buscam peças minimalistas e de qualidade, o que é bem difícil de encontrar as vezes. A identidade visual foi criada com muito amor por mim e pelo Lucas. <3

3. Resolvi mudar um pouco meus hábitos e buscar uma vida mais saudável e uma alimentação mais equilibrada. Sempre adorei comer e odiei me exercitar, mas as vezes é preciso deixar isso de lado para dar atenção à saúde e foi esse o meu caso. Eu vinha tendo problemas digestivos alguns meses atrás e depois de alguns exames descobri que sou intolerante a lactose e também tenho uma sensibilidade no estômago que piora quando tomo muito café, como alimentos gordurosos, frituras e refrigerantes.  Na hora tentei pegar mais leve na alimentação mas assim que os sintomas melhoravam eu voltava a comer besteiras e sempre que eles pioravam me cuidava por alguns dias, e esse ciclo sem fim vinha durando meses. A falta de exercício físico também estava me causando muita dor nas costas e indisposição e aí quando você tem 24 anos e tantos problemas por causa de uma rotina não-saudável é hora de repensar algumas coisas. Resolvi começar uma rotina de exercícios e me alimentar de forma mais equilibrada, o que tem sido difícil mas já vejo melhoras na minha saúde e isso faz valer a pena.

4. Terminei de assistir as 7 temporadas de Gilmore Girls que estavam disponíveis no Netflix e só tenho a dizer: ESTOU ARRASADA! Chorei compulsivamente no último episódio, eu realmente me identifiquei muito com Rory e Lorelai e estou super ansiosa pelo revival que vai ao ar em novembro.

5. Quando eu ainda estava com o coração partido pelo final de Gilmore Girls, eis que recebo a notícia de que o Netflix iria disponibilizar a minha série favorita-melhor-série-do-universo, The O.C. – Um estranho no paraíso. Quase entrei em colapso de tanta felicidade e obviamente já comecei a assistir. Essa série marcou minha adolescência, eu e a minha prima alugamos todas as temporadas em DVD para assistir nas férias da escola comendo quantidades obscenas de brigadeiro de panela. Que nostalgia. <3

6. Não posso deixar de falar que quando todos pensávamos que Julia Petit, uma das minhas ~pessoas favoritas de toda a internet, já tinha feito tudo de mais maravilhoso com aquele cabelo ruivo vem ela e TOMBA TUDO com seu novo corte de cabelo pixie. Não estou sabendo lidar com isso, eu simplesmente não imaginava a Julia com outro corte de cabelo mas quando vi o novo visual só conseguia pensar que nada poderia combinar mais com ela. Meu desejo por um corte de cabelo curtíssimo cresceu um pouquinho mais.

Estilo

Desenvolvendo um estilo pessoal

Vocês devem ter notado que a categoria estilo não é a mais atualizada do blog, isso porque não me considero uma fashionista ou especialista no assunto. Sou uma pessoa normal. Eu não estou dizendo que não gosto de moda, pelo contrário, adoro moda. Sou estudante de Design e a profissão vizinha – Design de Moda – também me encanta muito. Acredito que a moda tem um papel social importante, mas isso é assunto pra outro post.

Acontece que tudo na nossa vida muda, e nosso estilo não é exceção à regra. Eu tive um estilo bem definido na minha adolescência: muitos (!) All Stars, muitos laços, vestidos fofos, cor-de-rosa e muitas estampas. Eu também fui muito consumista nessa época, não passava uma semana sem levar uma roupa ou sapato novo pra casa. As compras eram meu escape e, nossa, como eu comprava! Trabalhava em uma loja bem no centro da cidade, rodeada de outras mil lojas e a poucos metros do Shopping. Me sentia sempre segura e bonita, o que não era difícil já que estava sempre com a última peça “da moda” no guarda-roupas.

Mas acontece que a vida da gente muda o tempo todo e as nossas prioridades vão mudando também. Hoje eu tenho 24 anos e não mais 18, então as roupas que me faziam sentir bem naquela época já não combinam mais com a minha personalidade, não passam para o mundo a mensagem que eu quero. Além disso, não compro mais roupas com aquela frequência, por isso comprar peças de alguma micro tendência não é uma atitude inteligente. Foi aí que me dei conta de que é importante ter um estilo pessoal e não apenas vestir o que está nas araras das lojas. (mais…)

Estilo, Literatura

Resenha: A estratégia de estilo – Nina Garcia

Vocês lembram a listinha de livros que eu gostaria de ler que fiz aqui no blog? Entre eles estava “A estratégia de estilo”, da Nina Garcia, que terminei de ler esta semana.

A Nina Garcia é jornalista de moda, diretora de moda das revistas Elle e Marie Claire e foi jurada do Project Runway, um reality show com jovens estilistas. O livro dela, A estratégia de estilo,  tem dicas super legais sobre como aproveitar ao máximo aquilo que você tem no guarda roupas e como planejar aquilo que você precisa comprar a partir do que já tem. A Nina tem 3 perguntinhas que guiam essa estratégia: O que eu tenho? Do que eu preciso? O que eu quero? e, segundo ela, fazer essas 3 perguntas para si mesma quando estiver prestes a comprar algo por impulso (aquele vestido que você viu no manequim e AMOU mas sabe no fundo que quase não vai ter onde usar) pode salvar a sua conta bancária e impedir você de colocar mais uma peça para ficar parada no armário. Faz sentido, né?

Ao longo do livro ela ensina a selecionar o que fica no seu guarda roupas e dá muitas dicas de como reformar roupas que tenham perdido a graça ou não combinem mais com você, mostra quais as peças básicas que você deve ter sempre no guarda roupas e como complementa-las com acessórios ou com outras peças que sejam tendência no momento. Assim, mesmo investindo em roupas básicas e atemporais você nunca terá um visual “boring”. (mais…)

Literatura

Livros que estou desejando

Essa semana resolvi renovar meus livros vendendo em um Sebo aqueles que não me interessam mais e, quem sabe, adquirindo alguns novos sobre temas que se encaixam na minha vida atual. Afinal, só devemos guardar aquilo que realmente nos traz felicidade (Mari Kondo <3) e alguns dos meus livros já não despertavam mais esse sentimento em mim. Ainda estou em dúvida se a melhor opção é continuar comprando livros físicos ou se este é o momento de me render aos e-books. Tenho pensado muito em investir em um Kindle mas isso é assunto para outro post.

Fiz uma listinha de livros que foram bem recomendados em blogs que eu sigo e estou louca pra ler!

 

post

1. “Já parou pra pensar que ao acordar você se prepara para um desfile diário, voluntário ou não? Já parou pra pensar que o seu guarda-roupa é a sua coleção? Que a moda pode ser uma forma de acentuar sua individualidade, e não de uniformizar pessoas? Que moda é, acima de tudo, beleza? Um jeito bonito de se viver. É fantasia no meio do cotidiano. É transcender a utilidade da roupa e colocar poesia nela. É a oportunidade de ser novo a cada dia. Pensando nisso, Cris Guerra escreveu um livro autêntico que dá destaque ao que realmente é tendência: sua autoestima. Moda Intuitiva traz a ousadia e a personalidade da autora e instiga o leitor a se arriscar mais e a se surpreender.” Cris criou o primeiro blog com looks diários do Brasil e tenho certeza de que o livro deve ter muita coisa interessante. (mais…)